ARQUIVO DE NOTÍCIASBLOG  SOFÄ DA SALA | BLOG BRAZIL WEIRD NEWS

 


       

 

 


 

 

05/05/2007

arqueologia, notícia
AS MISTERIOSAS CAVERNAS DO NEPAL

FONTES
Buddha paintings found in Nepalese cave
NEWS YAHOO/AP publicado em 04/05/2007
Explorers find ancient caves and paintings in Nepal
REUTERS publicado em 03/05/2007

tradução: Lygia Cabus

 

 

Imagens coloridas de Budas do século XII foram descobertas, em março (2007) em um remoto complexo de 12 cavernas do Nepal, a 4.300m de altitude, na região norte central do país, por uma equipe internacional de cientistas: cinco americanos, entre eles Peter Atheans, que escalou o Monte Everest sete vezes, italianos, como o especialista em arte Luigi Fieni e dois arqueólogos nepaleses acharam um mural com 55 painéis, 7,6m de largura, contando a história do Buda Sakiamuni.

As cavernas ficam em local de difícil acesso, 250km a nordeste da capital Katmandu, uma área que há séculos tem sido usada como passagem entre o Nepal e o Tibet. O terreno, extremamente íngreme, foi revelado por pastores da região e foram necessárias ferramentas de alpinismo no gelo para vencer o paredão de rochedos.

 

 

 

Um dos 55 painéis que contam a história de Buda.[AP Photo/Sky Door Productions, Luigi Fieni, HO]

O lugar abriga muitos tesouros antigos. Além do mural e das outras pinturas, em muitas paredes, executadas em tinta, ouro e prata, de diferentes períodos históricos, também há manuscritos tibetanos, que foram fotografados para serem traduzidos por especialistas, cerâmica da era Pré-Cristã, estupas, arte decorativa e muitos Budas em diferentes atitudes. Algumas câmaras foram usadas como sepulcros.

 

Cada complexo possui cerca de 20 aberturas e seus múltiplos pisos são conectados por passagens verticais dotadas de precários degraus e corrimões. No mural de uma destas cavernas, uma representação de paisagem tropical: palmeiras, pássaros e outros animais.

 

 

O norte-americano Broughton Coburn pergunta: "Quem viveu nestas cavernas e por quê este lugar escavado no topo dos abismos, de tão difícil acesso?

 

A equipe se recusa a divulgar a exata localização das cavernas, temendo que visitantes possam vandalizar as peças centenárias. Se estiverem, no todo ou em parte em território tibetano as autoridades chinesas podem se sentir no direito de interferir na pesquisa.

 

 

 

 

 

 

 

 

   
 






 


 

 




edições: Sofä da Sala
agosto, 2012 | 2007
ligiacabus@uol.com.br