ARQUIVO DE NOTÍCIASBLOG  SOFÄ DA SALA | BLOG BRAZIL WEIRD NEWS

 


       

 

 


 

 

mutantes, bizarro, Indonésia

17/11/2007

O  HOMEM ÁRVORE DA INDONÉSIA

tradução: Carol Beck

FONTE: Tree man: I want to live to see grandchildren
TELEGRAPH/UK, publicado em 14/11/2007
http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/1569370/Tree-man-I-want-to-live-to-see-grandchildren.html
 

 

 

O dermatologista norte-americano da University of Maryland, Dr. Anthony Gaspari, junto com Dede, na Indonésia.

 

 

Na Indonésia, um homem tem o corpo coberto como uma casca de uma arvore. Dede Koswara, pescador de Bandung, de trinta e cinco anos, tem "raízes" no lugar dos pés e mãos [como se vê no vídeo].

 

Eles apareceram quando ele cortou o joelho na adolescência. Despedido do emprego e abandonado pela mulher, Dede não pode mais viver com os filhos, agora com dezesseis e dezessete anos. Os jovens estão providenciando um apartamento para morar com o pai.

 

 A condição de Dede é considerada grave mas um dermatologista dos EUA está examinando sua condição rara e disse que vitamina A sintética pode remover a maior parte das protuberâncias.

 

Depois de testes com o sangue de Dede, o Dr.Gaspari, da Universidade de Maryland, concluiu que a doença é causada pelo Human Papilloma Virus (HPV), uma infecção que, freqüentemente, causa protuberâncias que crescem nas pessoas afetadas.

 

O problema de Dede representa um raro defeito genético que impede o funcionamento do seu sistema imunológico, significando que seu corpo é incapaz de conter o crescimento das protuberâncias.

 

Por essa razão, o vírus é "capaz de seqüestrar ou dominar o mecanismo de defesa das células da pele", ordenando a produção massiva da substância que causa o crescimento dos "chifres cutâneos" nas mãos e dos pés.

 

Como Dede possui um tipo raro de células brancas no sangue o Dr.Gaspari suspeitou também que ele tivesse AIDS. Porém, os testes mostraram que não, o que torna sua situação mais misteriosa. Grande parte das verrugas e protuberâncias dos pés e das mãos podem ser removidas com cirurgias.

 

Dr.Gaspari espera conseguir remédios com a indústria farmacêutica. As doses serão administrada por médicos indonésios supervisionados por Gaspari. O dermatologista também espera poder levar Dede para os EUA para exames específicos.

 
 






 




edições: Sofä da Sala
agosto, 2012 | 2007
ligiacabus@uol.com.br