OCULTISMO BLOG  SOFÄ DA SALA | BLOG BRAZIL WEIRD NEWS | SOFÄ DA SALA NO FACEBOOK  privacidade

 


       

 

SABEDORIA MILENAR
"A preocupação é uma enfermidade da alma"
Santo Agostinho

 

 


 

curso de magia, princípios básicos, Grimório,  Fólio 2

OCULTISMO

ADESTRAMENTO DO MAGO 2
Constituição do Ser Humano

por Lygia Cabus

 

       

 

Preparação do Corpo Físico

 



Vimos no capítulo precedente que vontade se fortalece se exercitando. Recomendam os grandes Mestres que o adestramento do mago comece pela ação da vontade diretamente e imediatamente sobre os outros dois corpos: o corpo físico e o corpo-impulsivo.

 

Considerando ainda entre o corpo físico e o impulsivo, o mais rebelde é o impulsivo, é estratégico agir primeiramente tendo em vista o organismo e por uma extensão de efeitos, atinge-se também o animal em nós.

 

O primeiro passo para domar o corpo físico é respeitar suas necessidades, seguindo um velho conselho budista:

Comer, quando se tem fome
Beber, quando se tem sede
Dormir, quando se tem sono


Se perdeu-se a fome ou come-se demais. Se bebe-se o que não presta e esquece da água. Se é insone quando deveria ter sono e sonolento quando deveria estar desperto, então estamos diante de um organismo totalmente desequilibrado, abalado por desregramentos que devem ser controlados imediatamente.

 

Todos sabemos bem o porquê destes desequilíbrios quando eles se instalam em nossas vidas. Sabemos que há os que não dormem por ansiedade, por preocupação. Para esses casos, dizia Santo Agostinho: "A preocupação é uma enfermidade da alma".

De fato, ter uma preocupação é ter uma doença da alma, especificamente, uma doença do ser raciocinante, que tem o mau hábito de ficar remoendo os problemas que estão por vir mesmo depois de toda uma situação já equacionada e tudo o que podia ser feito já foi feito.

 

Em conseqüência, ocorrem distúrbios metabólicos e psicológicos, como sensação de fome, que nos foge totalmente ou se exacerba por ansiedade.

Quanto à sede, é comum que as pessoas simplesmente se esqueçam de beber água causando enormes dificuldades ao metabolismo porque a água é o veículo de todas as operação bio-químicas do organismo. Sem a água de que necessita, o corpo, trabalha com água reciclada de si mesmo, resseca-se portanto e as vezes, utiliza "água suja".

 

De tal modo, a enfermidade da alma, pouco a pouco materializa-se de forma concreta produzindo enfermidades no corpo.

 

Mas não param aí os cuidados corporais básicos para a formação do mago. Higiene pessoal regular e cuidadosa é uma prática obrigatória para quem quer dominar sua vontade.

 

É um exercício de constância, de persistência e inclui, desde o banho completo em horários regulares até o asseio mais cuidadoso com unhas, dentes e cabelos.

 

Além de serem práticas que submetem o animal em nós, sempre predisposto à preguiça, são também práticas que fortalecem a auto-estima e representam uma vantagem a mais para o magista em situações de relacionamento social em lugares públicos.


Os cuidados pessoais, representam também e sobretudo, o reconhecimento objetivo, em práticas, da verdade transcendente de que nossos corpos são nossos templos e cumpre tratá-los como trataríamos um desses tesouros arquitetônicos que fazem a fortuna da indústria do turismo.

 

Adverte o mestre Eliphas Levi: Um preguiçoso nunca será um mago. ...A preguiça e o esquecimento são inimigos da Vontade. E prossegue em duras recomendações:

 

Que é preciso fazer primeiramente?

- É preciso crer que podeis e depois agir.

- Agir como?

- Levantar-vos todos os dias cedo e a mesma hora. Lavar-vos (tomar banho) em qualquer estação... Nunca trazer as roupas sujas nem que para isso seja necessário lavá-las vós mesmos. ... Toda sujeira atesta uma negligência e - em Magia - a negligência é mortal.

 

A PURIFICAÇÃO do Mago deve consistir na abstinência de todas as voluptuosidades brutais, num regime vegetariano brando, na supressão dos 'licores fortes e na regularidade das horas de sono.

 

Praticai privações voluntárias e estareis fortes quando surgirem as involuntárias. Calar todo desejo de fugir à disciplina que conduz à Grande Obra.
 

A Magia é um exercício de todas as horas e de todos os instantes. O operador de grandes obras tem de ser o Senhor absoluto de Si Mesmo. Ser capaz de vencer as atrações do prazer, o apetite e o sono. Insensível, tanto ao sucesso quanto à afronta.

 

Não devemos falar a ninguém das obras que realizamos... O mago deve isolar-se no começo [de seu aprendizado] para concentrar em si a sua força. (LEVI, 1993)

 

FÓLIO ANTERIOR * INTRODUÇÃO - CONCEITO DE MAGIA

FÓLIO ANTERIOR 1 * ADESTRAMENTO DO MAGO I - Constituição do Ser Humano


Referência bibliográfica:
Tratado elementar de magia Prática - Papus. Ed. Pensamento
A Chave da Teosofia - H.P. Blavatsky Ed.Três, p. 143 a 193.

Dogma e ritual da alta magia. Eliphas Levi. [Trad. Rosabis Camayasar].

São Paulo: Pensamento, 1993.

LINK RELACIONADO

CURSO DE MAGIA

ESTUDO DO LIVRO

TRATADO ELEMENTAR DE MAGIA PRÁTICA. PAPUS

 

       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 


 




      

 

edições: Sofä da Sala
SETEMBRO, 2006
ligiacabus@gmail.com

 SOFÄ DA SALA NO FACEBOOK