OCULTISMOBLOG  SOFÄ DA SALA | BLOG BRAZIL WEIRD NEWS  | SOFÄ DA SALA NO FACEBOOK  |  privacidade

 


       

 

 


 

TRATADO ELEMENTAR DE MAGIA PRÁTICA
Gerard Anaclet Vincent Encausse
Papus - [trad. d E.P.]
São Paulo: Ed. Pensamento, 1995

PAPUS (OU Papi)

Ocultista destacado do século XIX, 

médico brilhante, reuniu tradições mágicas 

e conhecimentos científicos 

em obras fundamentais 

para estudantes de Ciências Ocultas.

PAPUS
(1865-1916)

VOLUME IV - PARTE 4 DO ESTUDO - PRÁTICA

TRECHOS SELECIONADOS & COMENTÁRIOS

Capítulo. VIII
Princípios de Astrologia

8.1. Saturno

8.2. Júpiter

8.3. Marte

8.4. Sol

8.5. Vênus

8.6. Mercúrio

8.7. Lua

8.8. Planetas & Gestação

 

APOSTILAS ANTERIORES

ESTUDO PARTE 1

ESTUDO PARTE 2

ESTUDO PARTE 3

 

Princípios de Astrologia

 



SISTEMA SOLAR

Imagem: http://gladstone.uoregon.edu/~aarditi/solarsystem/

 

   SÍMBOLO DE SATURNO SÍMBOLO DE JÚPITER SÍMBOLO DE MARTE SÍMBOLO DO SOL SÍMBOLO DE VÊNUS SÍMBOLO DE MERCÚRIO SÍMBOLO DA LUA

   Saturno       Júpiter        Marte                 Sol                Vênus             Mercúrio          Lua

    

 

Estes sete astros movimentam-se no céu como ponteiros de um relógio. Um relógio celeste com sete ponteiros dotados de movimentos mais ou menos rápidos. Neste relógio cósmico, metaforicamente, o Sol representa um ponteiro de destaque, como o das horas, nos relógios comuns.

 

O mesmo ocorre com a Lua, que pode ser comparada a um ponteiro indicativo dos minutos. A diferença é que, ao invés dos ponteiros astronômicos marcarem relações de tempo, suas combinações indicam disposições astrais, tendências à precipitação ou retardamento de acontecimentos, estados psíquicos dos homens, dos deuses (inteligências superiores) e do cosmos.

 

Os astros em geral, e também estes sete, são, na maioria — segundo Papus, e todos eles, segundo os Teósofos, centros inteligentes ou mais, seres vivos e inteligentes, emissores de forças dinâmicas, com efeitos físicos e poéticos em seu campo de ação.

 

No nosso sistema solar, a Terra interage com estes astros pois todo o conjunto integra não somente um sistema físico de corpos siderais. Mais que isso, é um sistema metafísico de seres vivos e dotados de diferentes graus de consciência, inteligência e potência de ação.



comentário do editor

A idéia da inteligência dos corpos celestes não é exclusiva da Alta Magia Ocidental; ao contrário, pertence a tradições muito antigas, que remontam às cosmogonias indianas, que se referem aos "Espíritos Planetários" dos sete Regentes dos Céus da Terra.

 

Os horóscopos astrológicos referem-se justamente à influência de cada um destes Espíritos sobre a formação de todas as criaturas terrenas e seus ciclos existenciais. Com atributos característicos, cada astro, em função de suas relações espaciais, entre si e com a Terra, determina o desenvolvimento de todo tipo de fenômeno: dos climáticos-geológicos até as condições de formação intra=uterina, nascimento e desenvolvimento de um ser humano.

 

Em seu Tratado Elementar, Papus preenche inúmeras páginas com ilustrações de "assinaturas dos espíritos planetários" e de seus anjos e demônios, e como usar estes caracteres na configuração dos talismãs, números e tábuas numéricas correspondentes além de fórmulas de consagração ou seja, de magnetizar o objeto, conferir ao talismã a energia pessoal do magista. São Tomás de Aquino, eminente doutor da Igreja Católica Apostólica Romana escreve:

"Não me recordo de já ter encontrado nas obras dos santos e dos filósofos alguma palavra que negue serem os planetas guiados por seres espirituais ...Parece-me que é possível demonstrar que os corpos celestes estão regidos por uma inteligência, seja diretamente de Deus, seja por intermédio dos anjos." (BLAVATSKY, 2003 - vol. V, p 310)

 

Em Ocultismo, os sete astros principais em relação à Terra possuem, cada um, características próprias que devem ser conhecidas do magista porque são analogicamente associadas a signos e seres da Terra, sua origem, sua história, sua evolução.

 

Cores, pedras, metais, plantas, animais, metais relacionados a cada um dos sete astros são usados em magia na confecção de talismãs, amuletos, sachês (bentinhos), medalhas, jóias, figuras traçadas em tela, pergaminho ou papel e, claro, em poções. A seguir, os atributos de cada astro serão examinados em tópicos separados:

 

 

SATURNO

 

SÍMBOLO DE SATURNO Saturno

 

Chamado Cronos, é o "deus" símbolo do Tempo que devora todas as coisas transitórias, como a personagem da teogonia grega, que devorava seus próprios filhos temendo ser superado por um deles. Saturno, que foi destronado por Júpiter (Zeus), representa o espírito afeito a coisas antigas e à melancolia além de experiência. No hoósocopo, etá ligado aos signos de Capricórnio e Aquário. Saturno e a Lua, em sua fase minguante, é o astro preferido dos magos negros e suas influências são, em geral, consideradas maléficas do ponto de vista humano. Saturno é associado aos seguintes seres e objetos do mundo material:

COR: chumbo, negro metálico

DIA DA SEMANA: sábado

METAL: chumbo, usado na confecção dos talismãs dedicados a Saturno.

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Capricórnio e Aquário

 

PEDRAS DE SATURNO: pedra-imã e calcedônia
A pedra-imã é muito importante para o magista porque entra na consfecção da baqueta mágica (ver instrumentos do Mago). Não se deve confundir esta pedra-imã, que é uma substância natural, com o ferro magnetizado obtido industrialmente. Quando um homem deseja saber se sua mulher é virtuosa, toma uma pedra-imã e coloca-a sob a cabeça daquela pessoa. Se é honesta, abraçará o companheiro; caso contrário, deixará imediatamente o leito. Reduzindo-se esta pedra a pó e lançando este pó sobre carvões nos quatro cantos de uma casa, todos aqueles que ali estiverem escondidos, sairão.

(PAPUS apud Grande Alberto, p 234)


PLANTAS DE SATURNO:
São de Saturno os venenos que entorpecem e atordoam, como a maior parte das solanáceas. As plantas que parecem não produzir frutos; as que produzem raízes, folhas ou galhos negros, como a Figueira Negra, O Pinheiro e o Cipestre; as que têm gosto amargo, com odor forte, como o Aipo Silvestre, consagrado a Plutão Apium graveolens umbelifero.

(PAPUS apud Grande Alberto, p 237)

 

ANIMAIS DE SATURNO: poupa (passarinho, ave coraciforme de plumagem vermelha, marcada de preto e branco com um tufo de penas na cabeça. Nome científico: Upupa epops); toupeira e sapo; siba (octópode marinho, como o polvo).

Poupa -
aquele que leva consigo olhos de poupa, engorda e se os põe sobre o estômago, se reconciliará com todos os seus inimigos. Levando a cabeça do animal na bolsa, evita-se o logro em negócios.

Toupeira - este animal possui propriedades admiráveis: colocada no ninho de alguma ave, os ovos se tornarão estéreis. Esfregando um cavalo negro com a água em que se cozinhou uma toupeira, o cavalo torna-se branco.

 

 

JÚPITER

 

SÍMBOLO DE JÚPITER

 

Este planeta representa o homem de razão e vontade, a calma, o método. Em Magia, a influência de Júpiter está ligada às honras e glórias das realizações longamente trabalhadas. Seus signos astrológicos são Sagitário e Peixes.


COR: Tons de Azul e amarelo claro transparentes.

DIA DA SEMANA: Quinta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Sagitário e Peixes

METAL: estanho.


PEDRAS DE JÚPITER:
Safira e Berilo. Quem carrega consigo a Safira encontra a paz e a concórdia, a devoção e a piedade, inspira o bem, modera a ira e o ardor das paixões interiores. Quanto ao Berilo, sendo pálido, quase transparente como água, resolve demandas e questões, protege contra os inimigos e propicia a vitória da justiça. Usada por crianças, tem a virtude facilitar a aprendizagem nos estudos. (PAPUS, p 234)

 

PLANTAS DE JÚPITER: As plantas de Júpiter são caracterizadas por seu cheiro aromático e os frutos, quase todos oleaginosos, tem sabor doce, como as nozes, amêndoas, avelãs etc..

 

As árvores são majestosas, como o carvalho, e são consideradas portadoras de felicidade, como a aveleira, o álamo, a figueira branca e, particularmente, a oliveira. Suas ervas características são a hortelã, a buglossa (Anchussa off), empregadas em Magia com destaque para o Meimendro (Hyosciamus niger, solanácea), assim caracterizada no Grande Alberto:

 

"Sua raiz, sendo colocada sobre úlceras, fecha-as e impede que se inflamem as feridas. Quem trouxer consigo o meimendro evitará as surgimento de úlceras e abcessos. Sua raiz é muito boa para a Gota. Seu suco com mel alivia as dores do fígado, pois Júpiter domina este órgão. É afrodisíaco além de conferir ao portador uma aura agradável e jovial".

(PAPUS apud Grande Alberto, p 238)

ANIMAIS DE JÚPITER: Águia - Veado - Delfim

Reduzindo-se a pó os miolos de uma águia e misturando este pó ao suco da cicuta, aqueles que tomares o preparado começarão a arrancar os próprios cabelos até o último fio. A figura bizarra desta reação significa que a poção produz alterações mentais como alucinações.

(PAPUS apud Grande Alberto, p 244) 

 

 

MARTE

 

SÍMBOLO DE Marte

 

É o planeta mais próximo da Terra. Avermelhado e violento, ele é a imagem do homem de guerra. Marte possui a coragem, a energia, a cólera e a violência. Em Magia, sua influência é utilizada para momentos que exigem ação.

COR: vermelho fogo

DIA DA SEMANA: Terça-feira

METAIS: ferro

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Áries e Escorpião

 



EUFÓRBIO

SABER MAIS: CLIQUE NA FIGURA
www.geocities.com/Paris/Rue/6308/miquel1.htm

 

PLANTAS DE MARTE: Os troncos das árvores, o alho, as urtigas, cebolas, mostarda e o "eufórbio" (da família das euforbiáceas, que inclui árvores, arbustos e ervas incluindo cerca de 7 mil e 200 espécies, como o pequeno cipestre, ruibardo dos pobres, herbácea com folhas ásperas e flores branco-esverdeadas - IMAGEM ACIMA).

Sobre o Eufórbio, Papus cita mais um trecho do Grande Alberto (Grimório, livro de fórmulas e informações de feiticeiros):

 

"Sua raiz é boa para dor de cabeça, parte do corpo associada a Marte. É usada também para as doenças dos testículos e para as úlceras podres, quando Marte está em Escorpião, signo que retém a semente. Seu suco é admirável para disenteria e hemorróidas bem como para doenças do estômago". (PAPUS, p 239)

ANIMAIS DE MARTE: Corvo, Lobo, Lucio.

Enterrando-se a cauda de um lobo em uma aldeia, ela impedirá que aqueles animais aí entrem. Dependurando-se uma causa sobre a mangedoura das vacas ou em um curral, o lobo não se aproximará enquanto a cauda ali estiver.

 

Lúcio

Para saber mais clique 

e leia sem sair desta página.

www.saudeanimal.com.br

Lúcio: animal marinho de Marte
SAIBA MAIS CLICANDO NA FIGURA

 

SOL

 

SÍMBOLO DO SOL

 

O Sol representa a juventude com todas as suas ambições, seu orgulho, sua combinação arriscada de audácia e inexperiência com as coisas práticas. Está associado ao gosto pelas artes e ao desprezo a tudo o que é vulgar.

 

Sua mitologia, presente em todas as culturas do mundo surpreende os leigos por seus sincretismos ao longo da história. No Egito, Osíris era o Sol, Rei Celeste; para o moderno parse (sec. XIX) ortodoxo, é o "olho de Ormuzd", considerado "Deus Onividente", "Deus Salvador" (BLAVATSKY, 2003). O Sol pode ainda ser identificado com o Hélios grego, Apolo, em Roma, ou o Cristo católico, por exemplo.

 

(PAPUS, P 215 - texto adaptado)

COR: amarelo ouro

DIA DA SEMANA: domingo

SIGNO ZODIACAL ASSOCIADO: Leão

METAL: ouro

PEDRAS DO SOL: "carbúnculo" (granada nodular trabalhada com cabucho, instrumento de lapidação com extremidade cônica), crisólito (chrysolitho, pedra preciosa cor de ouro), heliotrópio* - variedade de ágata verde com pingos vermelhos.
(* nota do editor)

crisólito: usado como amuleto, torna prudente quem o trás consigo evitando ações irrefletidas. Afugenta os fantasmas, impede a loucura, combate o sentimento de medo.


heliotrópio: os necromantes chamam esta pedra de "pedra preciosa de Babilônia". Era usada pelos sacerdotes da antigüidade para adivinhação e interpretação de oráculos. É encontrada na Etiópia, em Chipre e na Índia.

 

PLANTAS DO SOL

DENTE-DE-LEÃO  RANÚNCULO  HELIOTRÓPIO O GIRASSOL

Dente de Leão, Ranúnculo (ou flor poligônia), Girassol, frutos, ervas aromáticas
 

As plantas do Sol, em geral, são aromáticas e classificadas conforme seus movimentos em relação ao astro, como o girassol, ou as que abrem ou fecham suas flores e/ou folhagens ao nascer e ao crepúsculo, respectivamente, tais como o loureiro, a peônia, chelidônia, etc.. A mais característica das plantas solares é o Girassol, cujas propriedade são assim descritas no Grande Alberto:


"O girassol tem uma virtude admirável quando colhido no mês de agosto, enquanto o Sol está no signo de Leão. Envolvida em uma folha de louro junto com um "dente-de-leão", quem a trouxer consigo não sofrerá o menor dano, nem mesmo por palavras.

 

Quem colocar o girassol sob a cabeça, durante a noite, verá e conhecerá as pessoas que poderiam prejudicá-lo; colocada a flor em uma igreja onde houver mulheres, aquelas que tiverem violado a fidelidade que prometeram aos maridos não poderão sair enquanto não for retirado o girassol.

 

O ranúnculo, erva de porcos ou ainda poligônia cura dores do coração e do estômago. Em forma de beberagem, é um estimulante afrodisíaco. Sua raiz cura males dos olhos, é boa para desobstruir os pulmões e contra os fluxos de sangue dos melancólicos (depressão)."  

(PAPUS, p 240)

 

ANIMAIS DO SOL

 



THYMALLUS

animal aquático

associado ao Sol

Cisne - Leão - Thymallus (figura acima)
 

Sobre o simbolismo que associa o Sol ao Leão, citemos um trecho de The Source of Measures, de J.R. Skiner:

 

"Houve dois Messias. Um que desceu ao abismo para salvar o mundo: era o sol, despojado de seus raios de ouro e coroado de raios negros, como espinhos. O outro era o vitorioso Messias que subiu ao topo do arco celeste e foi personificado pelo Leão de Judá..."
(citado em BLAVATSKY, 2003 - p 275)

O CISNE relaciona-se ao Sol em uma espécie de substitutivo de pássaros míticos: a Fênix e o estranho Garuda.

 

A Fênix, também chamada "Homem-Leão", é o emblema do Tempo cíclico, periódico. Garuda é pássaro-veículo de Vishnu, coeterno com o Deus, uma das três pessoas da Trindade ou Trimurti hindu (BLAVATSKY, 2003 - v. IV p 235).

 

Além disso, o cisne é um animal que aparece com destaque na história do Buda Sakyamuni: foi o primeiro ser cuja vida foi poupada pelo iluminado quando, ainda criança, salvou um deles da panela de um primo caçador.   (YUTANG, 1955).

Na tradição mais remota dos hindus, a palavra Hamsa que significa o "Princípio Abstrato". É uma palavra do sânscrito decomposta em nos semas A-Hm-sa, que significam "Eu sou Ele".

 

A expressão, lida de outro modo, "So-ham", inverte-se para "Ele sou Eu", uma referência à identidade entre a essência do homem e a essência divina. O símbolo desta abstração, é o Cisne, cujo nome em sânscrito é precisamente Hamsa.

Sob tal perspectiva, o Cisne representa a Sabedoria Divina. Os relatos exotéricos apresentam o Cisne como um pássaro fabuloso que separa água e leite misturados numa tigela, bebendo o leite e deixando a água, demonstração de sabedoria porque o leite representa a espírito e a água, a matéria.Na mesma mitologia, hindu, Brahma atravessa os céus no dorso de um Cisne.

 

O Cisne e o Pelicano aparecem também como símbolo das Sociedades Esotéricas dos Rosa-Cruzes. O pássaro aparece rodeado dilacerando o próprio peito e, com seu próprio sangue, alimenta sete filhotes. (Blavatsky, 2001 - Doutrina Secreta - vol I, p 135-136)

Sobre o Leão, assinala Papus, ainda com base no Grande Alberto: "Quem de sua pele fizer correias e cingir-se com as mesmas, não temerá inimigos. A carne do animal cura a febre quartã e trazendo os olhos do leão sob as axilas, fará com que outros animais tornem-se submissos e fujam".

 

 

VÊNUS

 

SÍMBOLO DE VÊNUS

 

É a estrela da manhã. A juventude feminina com todas as suas faceirices, suas seduções e seus perigos, deusa do amor em todas as suas modalidades. Reina sobre a amante assim como sobre a mãe.


COR: verde

DIA DA SEMANA: sexta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Touro e Libra

METAL: cobre

PEDRAS DE VÊNUS: lápis-lazuli. Esta pedra tem a propriedade de agir contra as febres e contra a melancolia.

PLANTAS DE VÊNUS: flores e todas as ervas que se distinguem por seu perfume, como a Verbena, a Valeriana, o cabelo de Vênus (Capillum Veneri) além dos frutos, que são muito doces, como as peras, os figos, as laranjas. As rosas são particularmente consagradas a Vênus, sobretudo nas operações feitas pela manhã.

A Verbena é uma das plantas mágicas mais poderosas e misteriosas que existem. Sua raiz, colocada no pescoço, cura escrófulas, parótidas, úlceras e a incontinência urinária, fazendo-se um emplastro que deve ser aplicado no local da moléstia.

 

É soberana para contusões e hemorróidas. Quem beber seu suco com mel em água quente terá bom hálito e respiração desembaraçada. Favorece o amor, porque seu sumo dá abundância de sêmen. Colocada em casa, em uma terra ou em uma vinha, produzirá grandes rendimentos.

 

As crianças que a trouxerem consigo em um sachê serão bem educadas, amarão a ciência e estarão sempre de bom humor. A Verbena é ainda eficiente depurativo (purificante do organismo) e afugenta os espíritos malignos e os demônios (maus pensamentos).
 

 

ANIMAIS DE VÊNUS: pomba, bode, boi-marinho

pomba: trazendo-se o coração desta ave em uma pele de lobo, ele extinguirá todo o fogo da concupiscência e os desejos amorosos; queimando o coração e jogando as cinzas sobre ovos de outras aves, eles nada produzirão. Estas cinzas, se colocadas aos pés de uma árvore, esta não dará mais frutos. O sangue da pomba misturado com água na qual se tenha cozinhado uma toupeira torna-se uma poção que esfregada à pelagem de qualquer animal, faz cair todos os pelos que forem negros.

BODE: com o sangue ainda morno deste animal misturado com vinagre prepara-se uma poção que tem vários usos: esfregada no rosto, a poção produz visões de coisas horríveis, espantosas; atirada sobre o fogo diante de alguém que sofra do "mal caduco" (esclerose), a pessoa morrerá imediatamente.

boi-marinho: mais uma vez é o sangue do animal que produz efeitos: atirado na água junto com um pedaço do coração do animal, todos os peixes das proximidades se aproximarão; o pedaço de coração, posto sob uma das axilas tornará a pessoa criteriosa e justa; se for um criminoso, será julgado com brandura e favoravelmente.
 

 

MERCÚRIO

 

SÍMBOLO DE MERCÚRIO

 

O mais rápido dos planetas e o mais próximo do Sol representa a infância com seu transbordamento de vitalidade e ação. Na mitologia, é o Toth dos egípcios, inventor da escrita e precursor dos estudos ocultistas. Mensageiro dos deuses gregos, é o regente das comunicações e da perspicácia e da diplomacia nas relações sociais.

COR: o prisma, a faixa do arco-iris. Nos velhos grimórios escrevia-se o nome deste planeta com uma côr diferente para cada uma das letras.

DIA DA SEMANA: Quarta-feira

SIGNOS ZODIACAIS ASSOCIADOS: Gêmeos e Virgem

METAL: mercúrio

PEDRAS DE MERCÚRIO: Esmeralda e Ágata

esmeralda: Quem almejar ser sábio, reunir riquezas e conhecer o futuro, tomara uma esmeralda - a amarela é melhor. Quem a trouxer consigo terá vivacidade de espírito, boa memória e possuirá riquezas. Colocada sob a língua, comunica o dom da profecia.


ágata: Ágata negra evita toda espécie de perigos. Quem a possui como talismã nada tem a temer do mundo das adversidades da vida. Para desenvolver um caráter generoso, tome-se uma ágata negra estriada de branco.

PLANTAS DE MERCÚRIO: domina as sementes e a casca. As ervas de mercúrio são compostas de várias naturezas e de diferentes cores. Destacamos aqui a aveleira, a tussilagem (planta medicinal conhecida como unha-de-cavalo) e a mercurial (Mercurialis annua, euforbiáceas) - esta última também chamada urtiga.

 

Além destas, o Grande Alberto menciona o "quinquefólio" (Pontilla reptans), da família das rosáceas:

 

"A raiz desta planta cura chagas e dartros quando usada como emplastro, assim como as escrófulas. O suco, misturado com água alivia as dores de estômago e do peito. Introduzida na boca, combate a dor de dentes ou quaisquer outras da boca, como das gengivas. Trazendo-a consigo, ao modo de sachê, dá boa sorte no trato com autoridades que concederão o que o portador deseja".  (PAPUS, p 242)

 

ANIMAIS DE MERCÚRIO: cegonha - macaco - throchus (caracol ou caramujo marinho)
 

 

LUA

 

SÍMBOLO DA LUA

 

A Lua domina o mundo físico, que em hermetismo recebe o nome de mundo sublunar. Em Magia Prática, a importância da Lua aproxima-se da importância do Sol e, a rigor, é bastante guiar-se unicamente por estes dois astros para triunfar em todas as operações empreendidas. ...

 

Tudo o que chega à Terra, os fluidos, as almas, passa pela Lua e tudo o que parte da Terra, pela Lua passa. A Lua reproduz analogicamente, em suas fases, a lei universal da involução e da evolução em quatro períodos.

 

Durante a primeira metade do seu curso, da Lua Nova à Lua Cheia, é o momento único que o magista deve utilizar para suas operações de Luz; é também o momento em que as influências lunares estão verdadeiramente dinamizadas.
 

SIGNO ZODIACAL ASSOCIADO: Câncer

METAL: prata

PEDRAS DA LUA: cristal (quartzo) - pérolas - coral branco - cristal (quartzo)

 

CRISTAL (QUARTZO) - Para fazer fogo é necessário tomar esta pedra e expô-la ao Sol em face de qualquer substancia ou material susceptível de arder. Triturado e tomado com mel, o quartzo faz aumentar o leite das amas.


coral: O coral é admirável contra tempestades e perigos que se corre sobre as águas. Quem trás consigo o coral branco, como talismã, manterá o espírito ponderado jamais perdendo a serenidade e o bom senso.

 

PLANTAS DA LUA: a Lua domina as folhas. A este astro são consagradas as plantas aquáticas porém todas elas são sensíveis às fases da Lua.

 

São plantas lunares características: o Nenúfar Branco ou Lírio d'água e o Lírio de terra, este, com propriedades descritas no Grande Alberto: "Esta flor cura e limpa os rins. É boa para doenças dos olhos e para moléstias do estômago".

ANIMAIS DA LUA: coruja - gato - rã

 

 

INFLUÊNCIA DOS PLANETAS NO PROCESSO DE GESTAÇÃO

Durante o primeiro mês, Saturno domina a formação do embrião porque a matéria com que o homem é engendrado é separada e condensada pela ação daquele espírito planetário; Saturno seca e esfria.

No segundo mês, Júpiter comanda a formação dos membros e reforça a matéria do feto por meio de calor e umidade conferindo flexibilidade à forma definida por Saturno.

No terceiro mês, Marte "faz a cabeça", define a estrutura dos membros separando pescoço de braços, braços de costas etc..

No quarto mês, o Sol domina a gestação começando a determinar as características pessoais do feto, trabalha as estruturas do coração e confere vida à alma sensitiva.

No quinto mês Vênus aperfeiçoa os membros exteriores, mãos, pés, dedos e forma outros como orelhas, nariz, ossos, genitália.

No sexto mês, sob a influência de Mercúrio, formam-se os órgãos da voz, as sobrancelhas, os olhos, os cabelos e unhas.


O sétimo mês, a Lua, pelas virtudes de sua umidade, preenche todos os vazios que se encontram na carne.

No oitavo mês, Saturno volta a atuar resfriando para consolidar o que até então foi realizado.

Finalmente, no nono mês, Júpiter vitaliza o feto em sua preparação para o nascimento.

(PAPUS, p 249)

 

APOSTILAS ANTERIORES

ESTUDO PARTE 1

ESTUDO PARTE 2

ESTUDO PARTE 3


      

 

 

 

 

 

 




 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

Prancha New Me Tourmaline P-18 Preta

 


 

Conjunto de Panelas Tramontina Allegra Aço Inox 10 Peças


 


      

 

edições: Sofä da Sala
MAIO 2005

pesquisa - seleção de textos
adaptação e comentários: Lygia Cabus

ligiacabus@gmail.com

 SOFÄ DA SALA NO FACEBOOK